Porque Ajudar os Pobres

Porque Ajudar os Pobres. Este artigo pode incomodar algumas pessoas. O dinheiro pode ser um assunto delicado. E quando se combina o tema do dinheiro com os sentimentos religiosos, pode haver conflito.

Vi um comercial na tv que realmente me incomodou e me perguntei por que me incomodava tanto. Talvez você já viu, ou anúncios similares, ou mesmo ouviu uma mensagem como essa a partir de um púlpito. Finalmente descobri o que estava me incomodando.

Porque Ajudar os Pobres

A mensagem tinha a intenção de me fazer sentir culpado se não dava dinheiro para ajudar as pessoas pobres. Agora sou a favor de ajudar as pessoas, mas pararmos um minuto para pensar nos que vivem na pobreza.

Em primeiro lugar, Deus nunca quis que os seres humanos vivessem na pobreza. As primeiras palavras registradas na Bíblia, de Deus para o homem foram: “Sede fecundos”. Não era, ou ainda é, a vontade de Deus que a gente seja pobre e tenha carências. Em segundo lugar, Jesus disse que os pobres sempre estarão aqui. Assim, qualquer conversa de eliminar a pobreza da face da terra é para dizer que Jesus mentiu.

Agora há pessoas em todo o mundo que precisa de ajuda. Ninguém pode negar isso. Mas, por que algumas pessoas religiosas tentam fazer você se sentir culpado se não der para ajudar os necessitados? Isso é uma violação do princípio de dar. A Bíblia diz que devemos dar, não a contragosto, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá alegre. Você não pode dar alegremente se fazem sentir culpado por isso.

Na minha opinião, fazer com que alguém se sinta culpado para que te dê o dinheiro é roubar. Seus sentimentos estão sendo manipulados; você está sendo forçado a dar o seu dinheiro. O ladrão!

E se perguntou alguma vez por que é pregado tão pouco sobre os benefícios de dar? Deus prometeu que, quando você der, Ele vai encher seus celeiros ou armazéns com abundância. Ele prometeu que teria abundância. Ele mesmo prometeu que lhe abriria as janelas do céu, e que se derramaria uma bênção que nem sequer poderia receber. O princípio que Deus estabeleceu é o de dar e receber.

Quando foi a última vez que ouviu alguém pedir dinheiro e também não se esquecer das bênçãos que deveria esperar receber de volta? Estranho, não é verdade? Em vez disso, eles querem tomar o seu dinheiro e nem sequer lhe dizem que se supõe que você deve esperar receber de volta. Se a gente não sabe do que se supõe que deve receber de volta, não vai estar procurando ou esperando por você. Se você acha que não há fruta em uma árvore para pegar e comer, você nem sequer considerar ir à árvore para olhar. Então, gente boa, sincero e amante de Deus é roubada novamente, desta vez, as bênçãos que deveriam estar recebendo por suas dádivas.

Em vez de fazer com que a gente se sinta culpado pelo que têm, e culpado pela falta que os outros têm, por que não ensinar as pessoas sobre a abundância que Deus prometeu? Por que não ensinar as pessoas como prosperar? A Bíblia diz que Deus deseja de todas as coisas que você prospere e tenha saúde. Por que não ensinar às pessoas os princípios de prosperidade que estão claramente definidos na Bíblia?

Alguém pode se envergonhar para que desista de cinquenta ou cem dólares. Mas pense no que poderia acontecer se, em vez disso, lhe ensinam, como prosperar. O que aconteceria se sua renda aumentou em 20, 30 ou mesmo 50 mil dólares por ano? Você não terias muito mais do que dar para ajudar as pessoas necessitadas? E poderia dar para ajudá-los, não de má vontade, mas com alegria. Não é pecado ser rico. O dinheiro não é mau. É o amor ao dinheiro e a raiz de todo o mal.

Os cristãos precisam crer nas promessas de abundância de Deus e operar os princípios da prosperidade. Então suas vidas serão abençoadas e abundantes e terão muito o que dar aos necessitados.

Curso de Riqueza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *